não ligue pro que eles vão falar
ninguém está aqui no meu lugar
nem sente o que eu sinto por você
ninguém entende nada, eles nunca vão saber

não deixe um sussurro te assustar
nem pense como eles vão pensar
só ouça o nosso coração bater
não precisa dizer nada, eles nunca vão saber

como é não ser só
como é amar sem sofrer
como é gostar e querer
como é ter alguém,
como você.

(alguém como você - sandy & junior)

estou te mandando um aviso. bilhete colado na porta da geladeira, telegrama, sinal de fogo, e-mail, não importa. estou gritando seu nome na areia da praia, do alto da minha insanidade. vem me salvar. me leva embora. prova que não é igual, que a compra não vai ter devolução no primeiro defeito, porque eu sou cheia deles. me compra, me leva pra casa com tudo o que tem direito. com medo, com mania, com falar demais e sentir de menos.

(...)

vou te pedir que fique. mesmo que o futuro seja de incertezas, mesmo que não haja nada duradouro prescrito pra gente. esse é um pedido egoísta, porque na verdade eu sei que se nada der realmente certo, vou ficar sem chão. mas por outro lado, posso te fazer feliz também. é um risco. eu pulo, se você me der a mão.

(veronica heiss)

por favor, não me idealize
assim você está fadado ao deslize
verdade seja dita
nada mais me irrita
do que essa estupidez.
é melhor você ter certeza
tô longe de ser a Madre Tereza
não pise no meu calo
ou viro bicho e falo o que não quer ouvir.
a princesa também sente, chora, sofre,
sonha e ouve não
eu prefiro a verdade a essa discutível perfeição.
a princesa também briga, encrenca, berra e fala palavrão
também mente, é inconseqüente,
tem preguiça,
perde a direção
porque ninguém nesse mundo é cem por cento
cheio de razão.
me recuso a buscar essa discutível perfeição.

(discutível perfeição - sandy)

carmen: e por que está dando esse sermão hipócrita sobre tratar os outros decentemente se você anda por aí, gritando: "dane-se o mundo" porque é mais fácil do que sentir alguma coisa? (...) estou zangada com o meu pai, por que é tão difícil pra mim, dizer isso? não tenho problema em ficar zangada com você.

tibby: já notei.

carmen: sinto muito. sinto tanto, tibby. o que eu disse não foi legal. foi horrível, e sinto muito.

tibby: talvez, às vezes, seja mais fácil se zangar com aqueles em quem a gente confia.

carmen: por quê? por que é assim?

tibby: porque sabe que sempre a amarão, haja o que houver.

(carmen e tibby - the sisterhood of the traveling pants)

Copyright © 2011 Quero refletir amor.... Designed by MakeQuick, blogger theme by Blog and Web | Posts RSS | Comments RSS