O tempo, superestimado, não muda nada. Só faz confundir realidade e passado num borrão sem cor. Eu vivo de acreditar na próxima semana, minhas esperanças estão no próximo mês. Quando me oferecem um próximo ano e contam as horas e os segundos pra que ele chegue, eu só quero me cobrir até os olhos e pedir arrego do mundo. Não me faça encarar toda a responsabilidade de um novo tempo, não posso admitir que cheguei ao fim do prazo sem cumprir com meus planos.

Quero todas essas fantasias de dezembro. Quero a pureza de acreditar numa nova vida. A leveza de esperar um mundo novo no segundo em que 2011 se torna 2012. Tudo novo, tudo limpo, tudo pronto pra ser diferente. Ar fresco, um alívio ou certa angústia, é tempo de ser mais eu. É tempo de me esquecer, de me perder, tempo de ter mais tempo.

Se num dia desses eu encontrar o que eu procuro, nesses caminhos tão avessos, talvez eu não precise das palavras. E então serei eu, de frente pro espelho, sem medo de ser quem me olha de volta.
 
(Título do Camões, tirinha da Mafalda e texto da Verônica Heiss)

Como eu falei no post anterior, sou fã das nail arts! Estava procurando algo para o Natal e achei em um blog (não lembro qual) essa unha fofa com o papai noel. Aproveitei e fiz em mim... Eu gostei, só não consegui fazer na mão direita rs


Usei o Gabriela da Risque, o Preto da Ludurana e o Branco Cremoso da Impala! E muita paciência... A foto eu tirei hoje (segunda, 26/12) e a unha eu pintei na quarta (22/12) por isso a cutícula zoada, o esmalte saindo rs... Mas vale a pena registrar! :)

“Tem uma razão para eu dizer que seria mais feliz sozinha. Não foi porque eu pensei que seria mais feliz sozinha. Foi porque eu pensei que se eu amasse alguém e depois acabasse, eu talvez não sobrevivesse. É mais fácil ficar sozinho. Porque, e se você descobrir que precisa de amor? E depois você não o tem. E você gostar, depender dele? E se você modelar a sua vida em torno dele? E então, ele acaba. Você consegue sobreviver a esse tipo de dor? Perder um amor é como um órgão danificado. É como morrer. A única diferença é a que morte termina. Isso pode continuar pra sempre.” 

(Grey’s Anatomy”)



O pic-nic foi bom
Mas a volta é que foi tão triste
Briguei com meu amor na estação
No trem ela voltou a chorar

Só perguntando meu bem
Qual foi o motivo que eu dei
Pra você me tratar assim
Querendo por no nosso amor um fim

Há um ditado que existe
Ninguém há de querer mudar
Em toda volta de pic-nic.
Alguém tem que chorar

(A volta do pic-nic - Caçulas)


‎"A vida maltrata quem sente demais. Quem sente demais acaba sofrendo mais que a maioria das pessoas. Tudo importa, tudo é exagerado, tudo é sentido de corpo e alma." 

(Clarissa Corrêa)

Resolvi criar essa tag pro blog. Afinal, eu adoro esmalte e toda semana (ou quase toda) estou fazendo as unhas e comprando (e pegando emprestado com as amigas) novos esmaltes! 



Esse é o Diamante Puro da Ludurana com francesinha Branco Cremoso da Impala, usei essa unha para a formatura do meu maridão! Coloquei duas camadas de Diamante Puro porque eu queria que a francesinha ficasse em destaque! 

Formatura pede uma coisinha mais simples, né? Quem me conhece sabe que adoro cores berrantes e Nail Art... Renda e clarinhos não é muito comigo! rs

Eu gostei do resultado, vamos ver quantos dias vai durar... :)

Copyright © 2011 Quero refletir amor.... Designed by MakeQuick, blogger theme by Blog and Web | Posts RSS | Comments RSS